Mais lidas
Share

Em jogo com bastante confusão, Campinense vence Lucena e agora já pensa no Bahia

Foto: ParaíbaOnline

Em um jogo de início conturbado no Estádio Amigão, onde apenas o primeiro tempo durou 89 minutos, o Campinense finalmente reencontrou a vitória no Campeonato Paraibano ao bater o Lucena por 3 a 0.

A partida teve validade pela atrasada quarta rodada da competição.

Após quatro jogos sem vitória no estadual, o Rubro-Negro voltou a marcar três pontos, chegou aos 12 e assumiu a quinta colocação na tabela, superando o Sousa no saldo de gols.

William, ainda na etapa inicial, Alvinho e Luiz Fernando, no segundo tempo, anotaram os tentos raposeiros.

O Lucena, que completou os nove jogos do que seria o primeiro turno do Paraibano, se mantém com oito pontos.

A vitória empolgou os rubro-negros para o próximo compromisso. Quarta-feira, contra o Bahia, novamente no Amigão, a Raposa tem partida decisiva pela Copa do Nordeste.

Se vencer o Tricolor da Boa Terra, o Campinense se garante nas quartas de final do regional e abocanha mais R$ 250 mil de cota.

Pelo Paraibano, o time de Diá volta a atuar no domingo, outra vez em Campina Grande, no clássico ante o Botafogo-PB.

O jogo

Era para ser uma partida calma, porém a partir do minuto 8 a bruxa se soltou no Amigão.

Depois de chegada dura de Rafael-PB, o meia Sandrinho deixou o campo com o tornozelo direito fraturado, forçando o técnico Francisco Diá a lançar Luiz Fernando no jogo.

Aos 20, depois de insistir na reclamação com a arbitragem, o atacante Manu recebeu o cartão amarelo, voltou a esbravejar contra o árbitro e foi expulso.

O técnico e presidente do Lucena, Domício Leite, não gostou da atitude de Francisco Gilson e invadiu o gramado para contestar. Ele acabou exagerando na reclamação, fez insinuações e até ameaçou o juiz.

Passada a primeira confusão, veio a parada. A ambulância precisou deixar o estádio para levar Sandrinho ao Hospital de Trauma e peleja ficou paralisada por mais de 40 minutos.

Quando a bola finalmente voltou a rolar, Gabriel Pimba lançou Alvinho na direita. O camisa 11 cruzou e William usou a cabeça para dar boa tarde ao goleiro Danilo. Estava aberto o marcador: 1 a 0.

Segundo tempo

Com um jogador a mais e o placar favorável, o Campinense não teve trabalho na etapa complementar.

E logo aos quatro minutos a Raposa liquidou a fatura. Reginaldo Júnior, que voltou do intervalo no lugar de Pimba, escapou pela direita, invadiu a área e rolou para Alvinho. Livre, o atacante só teve o trabalho de encostar para as redes: 2 a 0.

Totalmente inofensivo no jogo, o Lucena tentou reagir aos 25, com Du, o qual recebeu lançamento dentro da área e chutou, mas a bola foi pra fora.

Cinco minutos depois, a resposta rubro-negra veio com o que Luiz Fernando tem de melhor. Canhoto, o meia ajeitou a pelota na intermediário e mandou a bomba. A bola foi no ângulo de Danilo: 3 a 0.

Ficha técnica

Lucena 0 x 3 Campinense
Data: 15/03/2015 - 16h
Local: Estádio Amigão / Campina Grande
Competição: Campeonato Paraibano 2015 - 4ª rodada
Arbitragem: Francisco Gilson; Linaldo Baracho e Gerson Ramos.
Gols: William (aos 78' do 1ºT), Alvinho (aos 4' do 2 ºT) para o Campinense
Cartões amarelos: Rafael Paraíba, Manu, Lúcio e Dinho (Lucena)
Cartão vermelho: Manu (Lucena)
Lucena: Danilo, Tiago Granja, Lúcio, Alemão e Thalysson; Marcílio, Dinho, Helton e Ribinha (Deda); Manu e Rafael Paraíba (Du). Técnico: Domício Leite.
Campinense: Glédson, Edy, Gabriel Valongo, Jairo e Jefferson Recife; Negretti, Leandro Santos, Gabriel Pimba (Reginaldo Júnior) e Sandrinho (Luiz Fernando); Alvinho (Luquinha) e William. Técnico: Francisco Diá.

Fonte: ParaíbaOnline

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Blog do Campinense não tem qualquer vínculo com o site oficial do Campinense Clube.

Em postagens antigas, é possível haver erros de português e digitação. Pedimos desculpas, mas não tem como corrigir tantas postagens. Caso você perceba algum, por favor comente e corrigiremos o mais rápido possível.

Seja sócio da Raposa

Traduzido Por: Mais Template - Designed: Blogger Templates - Curioso Curiosidades