Mais lidas
Share

Já campeão, Campinense vence Clássico dos Maiorais

Campinense campeão Paraibano 2015
Jogadores e comissão entraram em campo com chapéus de palha, pra mostrar que na Paraíba que manda é os "matutos" do interior.
Foto: Voz da Torcida

Já campeão, o Campinense entrou em campo na noite deste sábado (13) pela última rodada do quadrangular final do Paraibano 2015 para enfrentar seu maior rival, o Treze, que buscava o vice-campeonato para se garantir na Copa do Brasil e Copa do Nordeste de 2016.
Quem pensava que a Raposa iria entrar “de ressaca” em campo se enganou. Com um gol aos 40 segundos de jogo e outro aos 31 do primeiro tempo, o rubro negro construiu a vitória por 2 a 0 no estádio Amigão.
A bola mal rolou e o Campinense começou avassalador. Em ataque pela esquerda, Felipe Alves invadiu a área e chutou cruzado, a bola bateu na defesa e no segunda trave, Reginaldo Júnior apareceu para empurrar a bola para o fundo do gol trezeano para abrir o placar no Amigão.
Com a vantagem logo cedo, a Raposa ficou a vontade para utilizar-se de seu esquema de jogo preferido, que é ficar fechado na defesa para sair no contra ataque. O Galo tinha mais posse de bola, mas quase sempre no campo de defesa, e não conseguia criar. O meio-campo tinha pouca criatividade, e Nonato e Marcelo Maciel mal apareciam na partida.
Sem ser pressionado, o Campinense se aproveitou da fragilidade do rival para fazer o segundo gol em um contra ataque letal, como não podia deixar de ser. Aos 31 minutos, Luiz Fernando lançou Felipe Alves na esquerda, ele recebeu em velocidade e puxou para o meio, onde encontrou o próprio Luiz Fernando, que limpou a defesa e bateu de esquerda no canto direito de Léo Rodrigues, que não conseguiu evitar o segundo gol da Raposa na partida.
No segundo tempo Everton Goiano decidiu colocar o Treze para frente quando tirou de campo o lateral direito Alexandre Bindé para colocar o atacante Preto. Mas a mudança não surtiu efeito, pois o meio campo não conseguia municiar seus homens de frente.
Francisco Diá também resolveu mexer e mudou algumas peças no Campinense para manter o fôlego do time, que mantinha a postura de esperar o adversário para poder sair nos contra ataques.
Sem oportunidades de gol, a maior movimentação na segunda etapa foi quando o clima esquentou entre os jogadores. Após falta, Caio, do Treze, e Neto, do Campinense, se estranharam e acabaram expulsos. No minuto seguinte Edimar, do Galo, fez falta dura em Renatinho, recebeu o segundo amarelo, e também foi para o chuveiro mais cedo. Logo depois, Renatinho também recebeu o segundo amarelo e foi expulso.
Com a vitória, o Campinense fecha o campeonato com o título e 13 pontos marcados no quadrangular final. Já o Treze fica com 6 pontos na terceira colocação.
Ficha técnica
Campinense 2 x 0 Treze
Campeonato Paraibano 2015 (6ª rodada do quadrangular final)
Estádio O Amigão
Cartões amarelos: Reginaldo Júnior, Luiz Fernando, Jefferson Recife, Gabriel Valongo, Renatinho, Negretti (Campinense); Edimar (Treze)
Cartões vermelhos: Neto, Renatinho (Campinense); Caio, Edimar (Treze)
Gols: Reginaldo Júnior, Luiz Fernando (Campinense)
Campinense: Glédson, Joécio, Gabriel Valongo, Juliano; Leandro Santos, Negretti, Neto, Luiz Fernando (Renatinho), Jefferson Recife (Moacir); Felipe Alves (Nando), Reginaldo Júnior. Técnico: Francisco Diá.
Treze: Léo Rodrigues, Alexandre Bindé (Preto), Alisson Santana, Marcelo Godri, Panda (Aleff); Edimar, Felipe Alemão, Téssio, Zotti (Caio); Marcelo Maciel, Nonato. Técnico: Everton Goiano.

Fonte: Voz da Torcida

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Blog do Campinense não tem qualquer vínculo com o site oficial do Campinense Clube.

Em postagens antigas, é possível haver erros de português e digitação. Pedimos desculpas, mas não tem como corrigir tantas postagens. Caso você perceba algum, por favor comente e corrigiremos o mais rápido possível.

Seja sócio da Raposa

Traduzido Por: Mais Template - Designed: Blogger Templates - Curioso Curiosidades